Pesquisar este blog

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

A MINHA VEREADORA

Ao aproximar dos 50 anos de idade, priorizo a amizade acima das questões políticas.


Havia prometido que não trataria desse assunto aqui, mas muitos amigos e conhecidos tem me cobrado insistentemente sobre a "minha vereadora". E eu sempre respondo: não há e nunca houve "minha vereadora". É público e notório que na eleição de 2012 apoiei e fui decisivo na eleição da vereadora Eliene Soares. Estivemos durante um ano e meio no direcionamento desse mandato, mas, infelizmente tive que encerrar meu compromisso. Enquanto estive à frente nutri o sonho de demonstrar na prática como se faz um verdadeiro mandato, como se deve ser na prática o papel de um vereador. 

Depois de muitas tentativas, alguns acertos e muitos erros, decidi que seria melhor me afastar. E fiz sem fazer alarde, de forma discreta como deve ser. Na verdade, nem cheguei a me despedir da equipe. O que aconteceu? Diria que foi desencanto. Não encontrei o ambiente propício e ideal para desenvolver meu projeto de legislativo como acredito e como prometi aos eleitores que confiaram em mim. Ao aproximar dos 50 anos de idade, priorizo a amizade acima das questões políticas. E assim, me afastei do mandato da vereadora Eliene Soares discretamente e sem traumas, fazendo prevalecer a amizade e o respeito.

Mas na política é assim. As vezes acertamos e as vezes erramos. Dessa vez errei no meu julgamento, nas minhas expectativas. Mas isso não me dá o direito de me desencantar com a política. Com certeza, cometerei outros erros e outros acertos. O importante é continuar lutando em busca do ideal de político que represente o perfil do que entendo ser o verdadeiro representante do povo. Busco um vereador ou vereadora comprometido(a) verdadeiramente com as causas sociais, que não se venda e não se corrompa pelas armadilhas do poder, que seja verdadeiro diante de todas as circunstâncias, que seja original quando diz sim e quando diz não. Busco um vereador ou vereadora que seja propositivo(a), que entenda o conjunto do seu papel de legislador, que saiba ouvir o povo e que fale menos, que se dispa das vaidades pessoais e persiga o crescimento coletivo.

E é nessa busca que nesse ano vou acompanhar de perto não um candidato, mas alguns candidatos. Como professor, blogueiro, escritor e militante político com experiência de quase 30 anos de Parauapebas sinto-me na obrigação de dialogar com as pessoas que confiam e acreditam em mim, na busca de bons representantes para o nosso poder legislativo. Aos que seguirão sem o meu apoio desejo sorte e que encontrem esse ideal. Independente do que penso ou acredito, a vida segue.

Assim será. O espaço está aberto para o debate e o diálogo.

9 comentários:

  1. O povo "ignorante" ou, citando Brechter, "analfabeto político", aprendeu feito papagaio a dizer que todo político é ladrão. E paradoxalmente diz que político que não rouba é idiota. Penso que, na pior das hipóteses, é melhor ser chamado de idiota do que de ladrão. Bem, quem tem um nome a zelar, acho que no momento a sua atitude é a mais coerente - tipo: tô fora mas tô dentro. O importante é participar.

    ResponderExcluir
  2. Professor Luiz, era o minimo que eu esperava de você. Reconhecer um erro é para poucos. Só queria te lembrar que em 2012 te alertei que seria um erro. Tens minha admiração e agora fico esperando sua indicação para vereador. Depois dessa demonstração de coerência, voto em quem o senhor indicar.

    ResponderExcluir
  3. Ah bem que vi. No primeiro ano o mandato da vereadora bombou. Depois senti meio confusa e perdida. Cheguei a comentar que o Luiz Vieira estava bobeando. Agora entendi. A vereadora Eliene não soube aproveitar a liderança. Se precipitou se candidatando a deputada e se perdeu. Houve um tempo que quase embarcou no colo do velhote. O ex-secretário de obras chegou a me chamar para apostar. Política é f...

    ResponderExcluir
  4. Tai uma coisa que eu mão sabia. Achei que ainda estava com ela. Quem serão os nomes que vai indicar?

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante a matéria, informação com um tom de ironia, gostei rs Encontrei algumas palestras e eventos que falam de política que podem ajudar http://bit.ly/2bxbAgR

    ResponderExcluir
  6. Toma abestado. Eu não te falei que tu ia se lascar? Conheço a figura de outros carnavais

    ResponderExcluir
  7. Tanto pode ser borboleta como pode ser escorpião.

    ResponderExcluir