Pesquisar este blog

sábado, 8 de novembro de 2014

CONSELHO DERRUBA SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE

Enfim, o Valmir não suportou a pressão e exonerou o Secretário de Saúde de Parauapebas, Dr. Rômulo Pereira Maia. É claro que o Prefeito de forma cordial pediu ao Secretário que fizesse sua carta de demissão. Assim foi com todos os demais que foram eliminados da administração municipal, com exceção do ex-Chefe de Gabinete José Omar. Uma fonte me informou que no dia 05 (terça-feira), o Prefeito chamou o seu compadre e Secretário Rômulo e disse: "Meu amigo, a situação está insustentável. Não tem mais como manter o senhor à frente desse abacaxi. Para o seu próprio bem e para preservar o governo sugiro que me entregue sua carta de demissão". E assim foi feito. Na quinta-feira (07) o Dr. Rômulo apresentou uma carta sucinta onde pede demissão e desculpas pelos erros cometidos.

Todos são sabedores que desde o início do governo Valmir a saúde vem cambaleando. Por coincidência, esse foi o ponto forte na campanha do Valmir. Bateu muito na qualidade da saúde da administração Darci. A principal crítica foi o novo hospital que o ex-prefeito não conseguiu concluir. O então candidato Valmir prometeu em campanha que concluiria o hospital em três meses. Resultado: depois de quase dois anos de mandato o hospital continua parado e os equipamentos caríssimos que o Darci deixou comprado prontos para serem instalados estão se estragando. Como são máquinas sensíveis de última geração, o município poderá amargar um prejuízo milionário. Valmir demonstrou sua incompetência ao entregar o novo hospital quase pronto para o governo estadual. Não deu conta de terminar o que já estava quase pronto e pediu arrego ao Jatene. Agora o Hospital não será mais patrimônio do povo de Parauapebas e passará a ser do governo estadual e da região.

Após o escândalo da compra ilegal dos contraceptivos, a situação do Secretário Rômulo ficou insustentável. Não houve uma sessão nos últimos meses onde algum vereador não batesse no secretário. Na última sessão, até o líder do governo, Odilom Rocha de forma inédita pediu a cabeça do secretário. Não se sabe se Odilom fez isso por insatisfação ou foi para mostrar poder, uma vez que já sabia que o Rômulo cairia. Mesmo com todas as denúncias, com todos os apelos dos vereadores da oposição e da situação, mesmo com uma CPI que está desgastando o governo, o Prefeito Valmir fincou o pé como um menino birrento e disse que não afastaria o seu compadre da saúde. 

Mas o que pesou mesmo foi a insistência do Conselho Municipal de Saúde. Esse sim, merece os parabéns da população. Trabalhou com seriedade e determinação e não desistiu e nem se deixou intimidar com as ameaças e retaliações. A situação chegou a tal ponto que o Secretário não tinha mais nenhuma legitimidade para administrar. O Prefeito Valmir não teve outra alternativa: preferiu entregar o anel para não perder o dedo. 

4 comentários:

  1. Segundo determinado político com extenso conhecimento no Estado afirmou que agora o "bicho vai pegar" pro Governo Integral.

    ResponderExcluir
  2. Foi a melhor coisa que aconteceu

    ResponderExcluir
  3. Os PTralhas estão de olho na Secretaria de Saúde.

    ResponderExcluir