Pesquisar este blog

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Churrasco é coisa de macho

Como prometi no domingo pelo face, vai aqui uma receita de picanha simples e deliciosa. Se você é chegado a um bom churrasco (como eu sou) e já se cansou de percorrer churrascarias e só encontrar aquela carne sem graça, dura e sem gosto, saiba que você mesmo pode preparar em sua casa um belo churrasco que vai impressionar sua família e seus amigos. Uma dica aos solteiros: os homens que sabem cozinhar fazem mais sucesso com o público feminino.

Um bom churrasco sempre começa com a escolha da carne. Essa é a parte mais difícil, mas você aprenderá rápido. No nosso caso, uma boa picanha fará toda a diferença. A primeira dificuldade é que aqui em Parauapebas ninguém vende uma picanha pura. Você paga caro e ainda é obrigado a levar junto uns 400 gramas de colchão duro que é carne de segunda. Mas tudo bem. Enquanto um concorrente não começar a vender uma picanha honesta (que pesa no máximo 1 k), não vamos fazer confusão. Em casa corte de 3 a 4 dedos da parte de trás e o que sobrar é picanha pura. Essa parte de trás, que é o colchão duro você pode guardar para sua esposa fazer um assado de panela de luxo. 

Procure um açougue confiável que esteja devidamente de acordo com as normas da vigilância sanitária ou supermercado e escolha a picanha. Tem que ser daquela que vem com uma capa de gordura generosa, pois se for magra não presta. Caso não goste de comer gordura, retire só depois de assada, jamais antes como vemos por aí em churrascos amadores. A gordura é o que vai deixar a carne macia e saborosa -e isso vale para outros cortes de carne.

Se a picanha for congelada, não coloque na água para descongelar, pois isso vai comprometer a qualidade e o sabor devido a perda de sangue. Tire do freezer na noite anterior e deixe na parte de baixo da geladeira. No dia seguinte retire, e se precisar deixe um pouco do lado de fora da geladeira. Corte em fatias de mais ou menos 2 dedos começando da ponta e reserve.

Preparo


A receita é simples e prática. Você vai precisar de sal grosso branco, óleo de milho, agua gelada e chimichurri. Pese a picanha já fatiada (se não tiver balança, use o peso da embalagem). Para cada kg de carne você vai usar 20 gramas de sal grosso (ou uma colher de sopa rasa), 100ml de água e 10ml de óleo de milho. Acrescente chimichurri a gosto (eu prefiro uma colher de sopa rasa) e misture tudo até o sal ficar quase dissolvido. Espalhe a picanha numa vasilha rasa e derrame o molho por cima. Aguarde duas horas e nesse intervalo dê umas três viradas. A quantidade de sal é tão pouca que você não vai acreditar que fique no ponto. Mas acredite: ficará perfeita!

O fogo é um detalhe importante. A churrasqueira deve ser acendida com uma hora de antecedência para garantir que o braseiro esteja bem ativo. Você pode espetar a carne de forma uniforme -de maneira que não fique pedaços caindo- e com a gordura na mesma posição. Se não tem prática é melhor usar uma grelha. Isso não faz diferença e é mais fácil. Leve ao braseiro e dê um choque térmico colocando a grelha ou espeto mais próximo a brasa (uns 20 cm.) Com 5 minutos de cada lado coloque mais alto para assar devagar. É só ir virando e esperar ficar no ponto que você gosta.

Atenção: jamais deixe a carne ficar com aqueles pontinhos pretos de queimado, pois além de alterar o sabor, possui substância cancerígena. E nunca jogue água no braseiro, pois subirá fuligem para a carne que também é prejudicial a saúde. Se o fogo estiver alto use um espeto para afastar o carvão ou aumente a distância da grelha, mas jamais jogue água. Quando for colocar mais carvão na churrasqueira retire todas as carnes antes pelo mesmo motivo.

Experimente essa receita e me convide para ser seu cobaia. Não esqueça que a cerveja tem que ser bem gelada.

3 comentários:

  1. Valeu pela receita. Será que eu posso contratar o chef para preparar uma aqui em minha casa? Rsrs. Brincadeirinha, mas bem que podia ser verdade.

    ResponderExcluir
  2. Gostei, próximo domingo vou esperimentar. Valeu pela dica.(Fernando Melo)

    ResponderExcluir
  3. Meu caro padreco, já conhece essa sua arte de bom chef. KKKKKKKKKKKKK, podemos "combinar" para preparar uma dessas lá na minha humilde chácara. Vou tentar aperfeiçoar com essa maravilhosa dica. RSRSRSRSRSRSRS

    ResponderExcluir