Pesquisar este blog

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

UMA NOITE MACABRA NA CIDADE DE PORTO FELIZ (O ASSASSINATO DO BLOGUEIRO)

Essa crônica é uma ficção e qualquer semelhança com a realidade ou coincidência de nomes, será mera coincidência.

No dia 23 de setembro de 2015, a cidade de Porto Feliz amanheceu chocada com os brutais assassinatos ocorridos na noite anterior. Sete moradores foram assassinados na mesma noite, e todos com as mesmas características: execução à bala. Todos ficaram com os rostos desfigurados com a grande quantidade de tiros que receberam na cabeça. Porto Feliz era uma cidade violenta, mas dessa vez se superou. Uma verdadeira barbárie, um banho de sangue descomunal! A população estava desnorteada e a comoção tomou conta de todos. 


Como tudo começou


O clima político na cidade de Porto Feliz estava tenso. O prefeito Valadão vivia o seu pior inferno astral com constante ameaça de perder o mandato. Denúncias de corrupção eram constantes nas rodas sociais e, principalmente no Blog do Pessoa. O cerco se fechava contra o velho prefeito. A sua situação piorou quando sua base de sustentação na Câmara se rebelou e três vereadores pularam do barco. Agora a oposição era maioria e o afastamento do alcaide era uma questão de tempo.

Essa possibilidade de cassação do prefeito de Porto Feliz fez acender a luz vermelha de um poderoso grupo que mantinha negócios milionários com a prefeitura. Esse grupo, composto por empresários igualmente corruptos, mantinha um poderoso esquema para dominar os negócios da prefeitura e, para isso contava com uma forte milícia armada composta por policiais de alta patente da Polícia Militar do Estado de Goiás. Esse grupo mantinha várias autoridades e até jornalistas na sua folha de pagamento, e não recusava em matar quem se atrevesse a atravessar o seu caminho. Várias mortes misteriosas continuavam sem explicação na cidade, mas dessa vez, o grupo se superou.

A reunião macabra


Numa noite de quarta feira estavam reunidos no escritório de uma empresa localizada no subúrbio de Porto Feliz dois empresários e o tenente Antônio Quaresma. Naquele pequeno escritório, o destino do blogueiro José Pessoa estava sendo traçado. Pessoa, como era popularmente conhecido, tinha um blog onde denunciava com muita competência os desmandos do prefeito e dos seus aliados. Logo se tornou popular e seu blog era leitura obrigatória em todos os meios e tudo o que ele noticiava era amplamente comentado pelos quatro cantos da cidade. Assim, se tornou uma grande ameaça aos poderosos corruptos e a todos os que mantinham negócios sujos com a prefeitura.

- Esse moleque já foi longe demais. Já deveríamos ter mandado para o inferno há muito tempo – bradou nervoso o empresário Bartolomeu.

- Eu avisei que era um erro deixar esse infeliz vivo. Os outros a gente consegue calar com dinheiro, mas esse, só na bala mesmo. E agora, todos os nossos negócios estão ameaçados e vamos todos tomar no c... Se o prefeito for afastado, fu... Vamos todos amargar uma cadeia e perder tudo o que conseguimos - disse o empresário Carlão com sua voz de trovão.

- Meus amigos, eu já cantei essa bola há muito tempo. Deveríamos ter mandado esse blogueiro para o inferno junto com o doutor. Foram vocês que recuaram. Eu conheço bem a peça e sei que ele não se vende. É o tipo metido a honesto, e além do mais não é um morto de fome como os outros. Foram vocês que recuaram. Agora estamos todos nessa merda – disse o tenente Quaresma.

- Você tem razão Quaresma. Eu era contra apagar o blogueiro. Achava que podia dar merda pela influência que tem e, pra falar a verdade, mantinha uma certa simpatia pelo filho da puta. Agora ele está entalado aqui – disse Carlão passando a mão pela garganta. – Vamos dar logo um fim nessa história.

- Calma meus amigos. Muita calma nessa hora! Qualquer coisa que acontecer com ele agora, vai dar na cara que fomos nós. Vai baixar aqui Polícia Federal, direitos humanos, Ministério Público, o caralho. E vem tudo pra cima de nós – ponderou o empresário Bartolomeu.

- Tenho uma sugestão. Caso o prefeito seja afastado na semana que vem, estaremos todos na merda mesmo. Daí, qualquer coisa que acontecer, vai ficar na cara que foi coisa do prefeito. A cavalaria vai vir pra cima dele e não de nós. Como ele já vai estar perdido mesmo, uma complicaçãozinha dessa a mais não vai fazer diferença. É bom para ele deixar de ser burro. Não quis nos ouvir quando falamos lá atrás que tinha que manter os vereadores calados, agora que pague o pato sozinho – sugeriu o tenente Quaresma.

- Concordo com o tenente. Tai uma boa saída. Eliminamos o blogueiro e jogamos a carniça nas costas do prefeito. Ele é que vai se lascar – falou o empresário Carlão.

- Perfeito. Concordo mas só se o prefeito for realmente afastado. Vamos tentar reverter essa história na câmara, mas se não der, paciência. O blogueiro morre – sentenciou Bartolomeu.

- Já que quem vai pagar o pato será o prefeito, que tal aproveitarmos o momento e despachar mais uns três? – Sugeriu o Carlão.

- Vamos fazer o seguinte: vamos fazer uma grande ação para impactar a cidade. Vamos arrepiar geral e espalhar o terror. Na mesma noite passaremos o blogueiro e mais seis. Sete é um número bonito e representa um novo começo. Assim, ainda sairemos por cima, pois o vice-prefeito ficará em nossas mãos. Ele não é burro e saberá que teve um dedo nosso. Depois de uma ação desse porte, vão pensar dez vezes antes de mexer conosco – sugeriu o tenente Quaresma.

- Boa garoto! Grande ideia! Uma salva de palmas para o tenente! – falou o Carlão empolgado. Palmas acompanhadas de um brinde com whisky. - Agora vamos a lista. Eu tenho aqui uns nomes para acompanhar o blogueiro nessa viagem para o inferno – arrematou depois de um longo gole.

- E como será a operação? – Perguntou Bartolomeu.

- Isso o senhor pode deixar comigo amigo. Meus rapazes se encarregarão disso. Basta vocês providenciarem o agrado para eles. Vamos envolver sete guerreiros na operação para que todos caiam no mesmo horário. Caso o prefeito seja afastado na sessão do dia 22 de setembro, por volta das 21 horas poderemos comemorar.

(A parte II continua na terça, dia 18)

2 comentários:

  1. Muito boa a trama, já a espera da continuação ;-)

    ResponderExcluir
  2. O nome da cidade é bem sugestivo,começa com P igualzinho nossa cidade que rola uma trama semelhante ao texto.Destes blogs desta cidade apenas um bloger tem coragem de abrir o jogo pra população.Estamos com você ,devido sua seriedade.Conte sempre comigo doutor.Ansiosa pelo dia 18...

    ResponderExcluir